Cinzas Do Norte

By Milton Hatoum

'Cinzas do Norte', terceiro romance de Milton Hatoum, é o relato de uma longa revolta e do esforço de compreendê-la. Na Manaus dos anos 50 e 60, dois meninos travam uma amizade que atravessará toda a vida. De um lado, Olavo, de apelido Lavo, o narrador, menino órfão, criado por dois tios mal-e-mal remediados, que cresce à sombra da família Mattoso; de outro, Raimundo Mattoso, ou Mundo, filho de Alícia, mãe jovem e mercurial, e do aristocrático Trajano. No centro das ambições de Trajano está a Vila Amazônia, palacete junto a Parintins, sede de uma plantação de juta e pesadelo máximo de Mundo. A fim de realizar suas inclinações artísticas, ou quem sabe para investigar suas angústias mais profundas, o jovem engalfinha-se numa luta contra o pai, a província, an ethical dominante e, para culminar, os militares que tomam o poder em 1964 e dão início à vertiginosa destruição de Manaus. Editora Companhia das Letras Edição: 2005 Páginas: 311

Artikelnummer LBr65
ISBN 9788535906851
EUR 29,70
Versandgewicht 0,40 kg
Hersteller Editora Companhia das Letras

Show description

Quick preview of Cinzas Do Norte PDF

Best Contemporary Literature books

The Philosopher's Apprentice: A Novel

A super thinker with a expertise for self-destruction, Mason Ambrose gratefully accepts a proposal no ravenous ethicist might refuse. He needs to shuttle to a personal tropical island and educate Londa Sabacthani, a stunning, fantastic adolescent who has misplaced either her reminiscence and her conscience in a freak coincidence.

Commuters: A Novel

"Tedrowe explores the reconfigurations of a relations and the unusual alliances which could happen among old and young, love and paintings. and she or he writes brilliantly approximately money…. A deeply pleasurable debut. " —Margot Livesey, writer of the home on Fortune road “A poignant meditation on hope, heartrending loss, and desires deferred.

Worst. Person. Ever.: A Novel

Raymond Gunt loves to think about himself as a fine looking first rate guy—he believes in aiding his fellow guy and all that different good things. yes, he should be foulmouthed, sometimes misogynistic, and simply regularly rub humans the inaccurate way—through no fault of his personal! So with the entire optimistic power he’s developing, it’s a bit puzzling to think about the new downward spiral his lifestyles has taken….

An Ocean Apart

There has been a time while David Corstorphine thought of himself a fortunate guy. His spouse, Rachel, was once all he may possibly wish to discover in a woman--lovely, clever, and whole of spirit--though after their awkward first assembly, he by no means could have dreamed that they might pass directly to percentage the cheerful struggles of elevating a relatives jointly.

Extra info for Cinzas Do Norte

Show sample text content

Teimou que estava apai104 xonado por Nossa Senhora da Conceição, beijava e abraçava a estátua da santa. Aí os fiéis empombaram com ele, e até tua tia ficou fula da vida. Jobel ficou mais de dez anos trancado no hospício. Morreu por lá. Não tinha família, ninguém... Um doido sozinho no mundo. Fui várias vezes ao hospício, levava barro mole, tinta e retratos de santinhas. Ele adorava as santas, period um apaixonado de verdade... ". "Mundo não sabe disso", european disse. "É que ele está cego, mas um dia vai saber quem é esse Arana. Agora o que ecu quero mesmo é afastar Mundo de Jano. " Chamou o garçom, pendurou a conta e levantou: tinha um compromisso no meio da tarde. Algum emprego? "Que porra de emprego!? Não tem emprego nenhum, rapaz", ele desdenhou. Na praça Pedro eleven, em frente a um cabaré antigo e arruinado, catou uma manga no chão, deu uma dentada e chupou até o caroço, lambuzando as mãos e a boca. Perto do coreto, gritou: "Diz professional Arana que ecu conheço muito bem a história dele". Arrancou uma flor do canteiro e a ofereceu a uma puta sentada num banco. Os dois foram até o coreto e começaram a dançar agarrados no meio da praça. No ateliê vimos uma jaula construída com sarrafos. Ajoelhado, Arana chamuscava com uma tocha bichos de madeira; rosto vermelho e melado de suor, mãos enegrecidas, o artista parecia realmente inspirado naquela tarde. one hundred and five Levantou-se, apagou a tocha, tirou o avental e abriu os! braços no meio da fumaça. "Pensei que ias ficar no Rio",! disse. "E quando não estás em Manaus, teu amigo a few. " | "Trouxe uns desenhos que fiz durante as férias", disse! Mundo. "Mas antes quero mostrar os objetos de seu Ni-! lo... um índio de Parintins. " Arana saiu da jaula, manuseou as peças. Disse qxsc os Ticuna também faziam esculturas como aquelas. Leveza! na forma, pássaros que pareciam voar livremente. NuiriJ tom professoral, acrescentou que muitos artistas da Euro-| pa haviam imitado a arte indígena e a africana. Mas o verdadeiro trabalho do Nilo period outro. Tirou de uma caixa pequenos objetos de madeira que o índio esculpira duas décadas antes: um rosto desfigurado, ou com expressão dilacerante; homens e mulheres juntos, numa expressão de pavor. Mundo lhe pediu uma daquelas peças antigas. "Um dia, quando começares a trabalhar de verdade. " "Já comecei... e um artista lá do Rio gostou do meu| trabalho. " Contou que no Rio freqüentara um curso de gravura, visitara museus e galerias, e conhecera Alexandre Fiem, um artista que morava em Berlim e estava participando! de uma exposição na cidade. Com Alex aprendera novas| técnicas, e se impressionara com os materiais que usava em quadros-objetos. E fora Alex que o levara para ver umf trabalho estranho: as pessoas entravam numa tenda, vestiam uma capa de plástico cheia de dobras e passavam a girar, gritar, e tentavam se libertar de muitas coisas. 106 "O corpo participa da obra, faz parte da arte", disse Mundo, animado. Arana ouvia com atenção forçada. Não fez nenhum icomentário. E quando Mundo mostrou os desenhos de rostos de moradores de um morro carioca, Arana olhou para as folhas de papel e, depois de uma observação apressada, cruzou os braços e ficou calado.

Download PDF sample

Rated 5.00 of 5 – based on 38 votes